É comum surgirem problemas e reclamações quando convivemos com outras pessoas, mas para ter uma boa convivência em condomínio é necessário respeitar o direito de todos os moradores e também ser cordial com os funcionários e visitantes — afinal, é assim que queremos ser tratados pelos outros, não é mesmo?

Confira abaixo 4 dicas sobre como preservar a harmonia no seu condomínio!

1. Áreas comuns e equipamentos

As áreas comuns e as destinadas ao lazer dos moradores devem ser tratadas de maneira respeitosa e devolvidas nas mesmas condições em que foram encontradas.

Piscinas e academias devem ser mantidas limpas para que os outros condôminos também possam usufruir. O ideal é evitar produtos que possam sujar esses equipamentos.

A dica é sempre utilizar uma toalha para não deixar vestígios de suor em espreguiçadeiras ou aparelhos de ginástica. Após a utilização, o ideal é tomar uma ducha e voltar ao seu apartamento pelo elevador de serviço.

Com relação ao salão de festas, diga ao síndico a data em que pretende usar e verifique a disponibilidade. Informe aos convidados as normas do prédio e evite som alto após o horário permitido.

2. Crianças e bichos de estimação

A maioria das pessoas gostam de crianças e bichos de estimação. Eles são capazes de alegrar qualquer ambiente, certo? Mas, em alguns casos, eles podem fazer muito barulho e incomodar os moradores. Caso isso ocorra, verifique se mais de um condômino se queixa do barulho antes de registrar a reclamação.

Certifique-se dos horários em que são permitidas as brincadeiras das crianças e busque discipliná-las para que não corram ou façam barulho excessivo. Lembre-se de que elas são responsabilidade dos próprios pais.

Já os animais precisam sempre entrar e sair pelas áreas de serviços. Além disso, caso o bichinho faça sujeira, o dono deve limpar a bagunça.

3. Garagens e estacionamentos

Em geral, não se deve buzinar dentro de garagens e estacionamentos para que o barulho não incomode os demais moradores. Deve-se respeitar também os limites de velocidade para evitar pequenos acidentes.

As vagas precisam ser respeitadas conforme acordado entre os condôminos. Então nem pense em ocupar o espaço destinado ao carro do vizinho ou parar em duas vagas ao mesmo tempo.

Lembre-se também de que sua vaga não é um depósito. Se não for utilizá-la, pense em alugar para alguém que precise; caso contrário, é melhor mantê-la vazia.

A utilização das vagas por não moradores deve seguir as diretrizes do condomínio. Caso permitido, informe aos funcionários as características de suas visitas para evitar problemas.

4. Funcionários e vizinhos

Quando o assunto são as pessoas ao nosso redor, as regras principais são o respeito e a cordialidade, afinal é assim que criamos um ambiente de convívio agradável para todos.

Trate bem os funcionários e lembre-se de que eles estão ali para servir ao condomínio, de modo que solicitações de serviços particulares, no horário do seu expediente, devem ser evitadas.

Com relação aos vizinhos, seja amigável e mantenha sempre a calma em caso de desentendimentos. O diálogo ponderado ainda é a melhor maneira de resolver problemas.

Caso ainda existam reclamações quanto à conduta de funcionários e vizinhos, o síndico pode ajudar. Também é uma boa ideia eleger uma administradora de confiança para resolver essas questões de maneira prática e eficiente.

Bem, essas foram nossas dicas. E você, tem alguma outra sugestão sobre como ter uma boa convivência em condomínio? O que achou das dicas? Deixe seu comentário abaixo!