A escolha do preço certo para locar um imóvel é uma das decisões mais difíceis para o proprietário. Definir o valor correto é o que vai garantir um bom negócio nesse tipo de transação. Ao contrário do que muitos pensam, essa tarefa envolve diversos fatores. Por isso, se não sabe como definir o valor para alugar seu imóvel, confira dicas de como calcular!

1. Faça uma pesquisa na região

Conhecer o mercado imobiliário da região do seu imóvel é essencial para definir o preço certo. Por isso, faça uma pesquisa dos valores praticados em seu condomínio e vizinhança. Com isso, você consegue ter uma base para definir quanto cobrar no seu aluguel.

Existem diversos meios que você pode pesquisar, como na internet, jornais de anúncios, site de imobiliárias, portais de imóveis, entre outros locais de divulgação. Lembre-se de fazer a pesquisa por propriedades com características parecidas com a sua, ou seja, metragem, quantidade de quartos e de banheiros, áreas de lazer, portaria, segurança. É preciso também levar em consideração imóveis com a mesma finalidade que o seu, residencial, comercial ou de temporada.

2. Descubra o valor de venda do seu imóvel

O mercado imobiliário sempre sofre variações, e o valor de venda do seu imóvel também. Assim, em fase de valorização, seu imóvel pode valer mais, já na fase de desvalorização do mercado, valer menos. De modo geral, o preço do aluguel fica entre 0,3% a 0,5% do valor de venda do imóvel.

3. Consulte uma imobiliária para definir o preço certo para locar um imóvel

Como a definição correta do preço de locação pode ser uma tarefa complexa, uma das melhores opções é consultar uma imobiliária para que o valor do aluguel seja definido corretamente.

Os profissionais que atuam em uma imobiliária, como os corretores de imóveis, possuem conhecimento de mercado, experiência e formação na área e, com isso, podem avaliar e calcular corretamente o preço certo para locar um imóvel. Outro ponto favorável, é que a imobiliária possui diversos serviços para garantir que a locação seja segura, rápida e lucrativa, como:

  • Divulgação do imóvel;
  • Auxílio na parte burocrática;
  • Diminui as chances de inadimplência, já que as imobiliárias possuem setor específico para esse tipo de situação;
  • Elaboração do contrato de locação;
  • Acompanhamento das visitas  em interessados no imóvel;
  • Evita fraudes, golpes e outros problemas na locação;
  • Administração de locação.

O indicado é sempre buscar uma imobiliária que atenda na região, pois ela conhece o mercado e pode definir corretamente o preço certo para locar um imóvel nessa localização.

4. Verifique a necessidade e custo de manutenção

Uma propriedade mais antiga tem custo de manutenção maior do que uma mais nova, e seu preço pode ser influenciado por essa questão. Ou seja, um imóvel mais antigo costuma precisar de mais manutenção, afinal, sua estrutura, parte hidráulica e elétrica estão mais desgastadas.  O locatário pode ter que arcar com alguns custos de manutenção, o que diminui a margem de lucro do proprietário com seu imóvel, pois deve cobrar um valor menor na locação.

5. Considere o tamanho da propriedade

Outro fator importante na hora de calcular o preço certo para locar um imóvel, é o tamanho do imóvel. Quando a metragem é maior, o imóvel pode ter uma locação mais cara para o locatário, e mais lucrativa para o proprietário. Porém, nem sempre isso pode ser praticado, ainda mais ao levar em consideração o valor do condomínio e outras taxas que o inquilino precisa pagar.

6. Análise a idade do imóvel

A idade de construção do imóvel tem forte influência no preço e na rapidez na locação. Assim, um imóvel novo ou seminovo pode ser alugado mais caro, afinal, ele possui toda a estrutura necessária para receber o inquilino, como ligação moderna na parte elétrica, telefônica e de internet, além de outras comodidades.

O mesmo também pode valer para os imóveis antigos,  mas que tenham uma boa valorização, o preço cobrado para locar pode ser maior, mesmo que não sendo novo ou seminovo. Por isso, conhecer o mercado imobiliário da região é importante na hora de definir o preço certo para locar um imóvel.

7. Escolha alugar com ou sem mobília

Alguns proprietários podem decidir alugar seu imóvel com mobília, e isso também reflete no preço cobrado na locação. Ou seja, quando um imóvel é mobiliado, há um aumento de 20% a 30% do seu preço, possibilitando o proprietário lucrar mais com sua propriedade.

Porém, não são todos os tipos de imóveis que permitem esse tipo de estratégia. Os melhores imóveis para alugar mobiliado são os de temporada e em regiões estudantis, por exemplo. Se decidir pela locação com mobília, fique atento a custo que isso terá, considerando o valor máximo que você pode alcançar com a locação do imóvel mobiliado.

8. Considere a localização do imóvel

Mesmo que a região seja valorizada, não é somente isso que define se o preço certo para locar um imóvel pode ser alto ou não. A localização do seu imóvel também influencia. Se seu imóvel está em uma área com bom acesso a comércios e serviços, a sua valorização é maior que a de imóveis na mesma região, mas que não possuem essa mesma infraestrutura para os moradores.

Além disso, no caso de imóvel de temporada, é preciso também considerar a época de locação. Uma casa de temporada na praia deve ter um valor maior no verão, e menor em estações mais amenas. O mesmo vale para regiões de turismo de inverno, que são mais procuradas quando as temperaturas estão mais frias.

9. Utilize calculadoras online

As calculadoras online podem ajudar a definir o preço certo para locar um imóvel. Apesar de não definirem o valor exato do aluguel, essas ferramentas são simples de utilizar e mostram diversas informações de forma gratuita, como:

  • Indica o reajuste anual de locação;
  • Informa a atualização de dívidas de aluguel;
  • Entre outras informações relevantes para definir o preço para locar uma propriedade.

Gostou das dicas para calcular o preço para alugar seu imóvel? Então, se precisar de ajuda nesse ou em outros assuntos da área imobiliária, conte com a Carvalho Administradora!