Encontrar um inquilino em pouco é um grande desafio para muitos proprietários e imobiliárias, pois um imóvel vazio significa prejuízo para os donos que além de não receber o valor do aluguel terá de tirar do próprio bolso as despesas como IPTU e condomínio do imóvel que está desocupado. Porém, existem práticas que facilitam locar um imóvel de forma mais rápida.

Neste post, você verá dicas do que fazer para conseguir alugar seu imóvel em pouco tempo, e ainda vai conhecer algumas tecnologias agilizam o processo de locação e divulgação, que servem para imobiliárias e proprietários. Saiba o que fazer para locar um imóvel de forma mais rápida!

1. Anuncie seu imóvel com um valor competitivo

Antes de colocar um valor para o seu imóvel peça ajuda da sua imobiliária ou corretor, eles irão te ajudar a estipular um valor competitivo ao realizar uma breve pesquisa na região para saber se o valor de aluguel do seu imóvel está compatível com as características dele e com as demais ofertas da região. Assim, aumentam as chances de locar um imóvel de forma mais rápida.

2. Não esqueça das pequenas manutenções para locar um imóvel de forma mais rápida

É comum haver pequenas depreciações em imóveis, principalmente quando ele está em uso, por isso, no momento em que o seu imóvel estiver desocupado lembre-se de fazer os pequenos reparos que ele precisa, como pintura mal conservada, instalações elétricas ou hidráulicas com problemas, pisos soltos ou azulejos quebrados.

Além disso, quanto maior a demora para fazer esses reparos, mais problemas podem aparecer e ainda os existentes tendem a ficar piores, elevando o custos com a manutenção, o que dificulta locar um imóvel de forma mais rápida.

3. Esteja aberto e tenha flexibilidade com propostas

Todo proprietário precisa ter em mente que existem muitos outros imóveis disponíveis, inclusive na mesma região que a dele que podem atender as necessidades dos inquilinos. Por isso, quando receber uma proposta esteja aberto a negociações e tenha flexibilidade quanto ao valor proposto e as condições impostas pelos interessados. Esteja preparado para receber propostas de valor de aluguel, de reparos ou melhorias no imóvel e de seguros e garantias.

4. Saiba quem é seu público potencial

Outro ponto muito importante é entender qual o perfil dos inquilinos que procuram morar na região do seu imóvel, por exemplo: Famílias, estudantes, pessoas que estão procurando morar mais próximo do trabalho, jovens ou pessoas mais velhas. Dessa maneira você conseguirá pensar em ações para atrair essas pessoas.

5. Invista em benfeitorias

Investir em benfeitoria é um tipo de ação que pode chamar a atenção do seu perfil de inquilino ideal, um exemplo é investir em uma decoração moderna, ou colocar beliches para inquilinos com o perfil de estudantes e jovens. Trocar algo que esteja velho ou muito antigo como pisos, azulejos e armários.

6. Deixe seu imóvel em boas condições para receber visitas

Se certifique de que seu imóvel esteja em condições apresentáveis e limpo para receber uma visita, pois a primeira impressão do visitante conta muito na decisão final. Você pode até ter investido em algumas reformas ou benfeitorias mas se na hora da visita o imóvel estiver sujo, com mal cheiro ou até mesmo com muito pó o visitante não terá uma boa impressão.

7. Escolha uma imobiliária que atenda às suas necessidades como proprietário

Primeiro de tudo busque por uma imobiliária que seja conhecida pela região, outro ponto que você deve observar é se os serviços oferecidos atendem às suas expectativas. Procure também por uma imobiliária que saiba usar a tecnologia para auxiliar na divulgação dos imóveis.

Atualmente o comportamento dos inquilinos mudou, eles aprenderam a pesquisar por imóveis na internet antes de entrar em contato com um corretor ou imobiliária e, é extremamente importante que seu imóvel esteja visível virtualmente.

8. Prepare seu imóvel para ser fotografado

Certifique-se que está tudo em ordem no dia em forem tirar fotos do seu imóvel, lembre-se que as imagens são o primeiro contato do inquilino com a propriedade, e no momento que ele as vê já consegue identificar se atende ou não as suas necessidades e expectativas.

9. Utilize imagens

Como citado no tópico anterior as imagens são o primeiro contato do inquilino com o imóvel e são uma tecnologia indispensável para imobiliárias, pois, podem ser utilizadas em outros meios tecnológicos. Boas imagens ajudam a acelerar o processo de decisão e a velocidade em que o negócio é fechado, da mesma maneira imagens ruins podem prejudicar a divulgação do imóvel.

As imagens de 360º dão mais detalhes ao seu visitante virtual. Uma boa imagem valoriza o imóvel, portanto, quanto mais detalhes maiores são as chances de fechar um negócio.

10. Aposte em vídeos

O vídeo é mais um aliado de imobiliárias e corretores na divulgação e exposição do imóvel, ao fazer os vídeos para divulgar o imóvel tente mostrar o como é o condomínio, se for um apartamento por exemplo, também mostra como que é os arredores, os pontos positivos de morar na região, restaurantes e áreas de lazer próximos, faça com que a pessoa tenha vontade de morar no local.

11. Invista em visitas com realidade virtual

A realidade virtual é uma das inovações mais utilizadas no mercado imobiliário. Ao alugar ou vender um imóvel, um dos principais cuidados é divulgar corretamente a propriedade. Para isso, as fotos e vídeos já são utilizados e funcionam muito bem. Contudo, a realidade virtual aprimorou ainda mais essa parte.

A realidade virtual é uma inovação que veio para ficar, sobretudo no mercado de imóveis, pois, é uma das tecnologias que mais auxiliam na hora de fechar um negócio, afinal, o interessado no imóvel pode fazer uma visita virtual antes mesmo de conhecer pessoalmente a propriedade. Com isso, aumenta a probabilidade de locar um imóvel de forma mais rápida, já que a decisão é facilitada em tempo menor e com muito mais chances de ser bem sucedida.

12. Anuncie em sites e em portais imobiliários

Essas plataformas online também ajudam na hora de locar um imóvel de forma mais rápida. Elas são a porta de entrada que faz com que os clientes consigam encontrar os imóveis, ver as informações e entrar em contato com o corretor.

13. Utilize tecnologias que ajudam na divulgação e aceleram o processo de locação

Outra dica para locar um imóvel de forma mais rápida é utilizar tecnologias que ajudam na divulgação e aceleram a locação. Alguns exemplos são:

  • Realidade virtual;
  • Matterport;
  • Google Adwords;
  • Redes sociais;
  • Email Marketing;
  • Cadastro virtual;
  • Site e portais imobiliários.

Gostou de conhecer as dicas para conseguir locar um imóvel de forma mais rápida? Então aproveite e leia também o artigo “Imóvel vazio há mais de 3 meses: o que fazer?”!