A terceirização no condomínio é uma realidade diante da nova lei trabalhista em vigência no Brasil. Muito útil, permite ao síndico a contratação terceirizada de porteiros, zeladores, responsáveis pela conservação geral do prédio e muito mais.

Entretanto, para que seja feita de maneira segura e de fato eficiente, requer cuidado e planejamento. Uma boa maneira de se resguardar enquanto síndico e responsável pela terceirização no condomínio é contar com o auxílio de uma administradora de condomínios.

Listamos, a seguir, algumas vantagens e riscos que a terceirização no condomínio traz para você, caso opte por essa modalidade de prestação de serviço sem o apoio de uma administradora. Confira:

Vantagens

Redução nos gastos com folha de pagamento

Os encargos trabalhistas no Brasil são altos e estão entre os principais responsáveis pelas dificuldades financeiras enfrentadas por empresas ou organizações que precisam contratar funcionários.

No caso de um condomínio, a situação não é diferente. Além de férias, 13.º salário, INSS, FGTS, vale-transporte e vale-alimentação, os custos são acrescidos de possíveis afastamentos por doença. Com a terceirização, ocorre redução da folha, já que os funcionários deixam de ser efetivos para ser prestadores de serviço.

Redução do risco de reclamações trabalhistas

Bastente comuns na Justiça do Trabalho, as ações trabalhistas oneram muito as empresas. Algumas vezes, as irregularidades são cometidas com consciência, mas na maioria delas ocorrem por descuido ou eventual problema pontual. E a Justiça é implacável na esfera do trabalho. Quem deve precisa pagar.

Cobertura de folgas

As empresas que terceirizam esses serviços têm pessoal suficiente para cobrir folgas, férias e eventuais afastamentos. Com isso, o síndico não precisa se preocupar em substituir algum funcionário que precise se ausentar do trabalho.

https://carvalhoadm.com.br/blog/media/carvalhoadm/2018/11/sou-síndico-e-agora.png

Desvantagens

Alta rotatividade

Uma desvantagem da terceirização no condomínio é a alta rotatividade. Empresas sem experiência ou renome no mercado acabam passando por problemas com a contratação de funcionários para terceirizar e, com isso, pode ocorrer alta rotatividade.

Em um condomínio, não é ideal que isso ocorra, por motivos de comodidade dos moradores e segurança. Entretanto, buscando o auxílio de uma administradora para intermediar essa contratação, certamente esse problema pode ser contornado.

Baixa qualidade do serviço

Outra desvantagem pode ser a baixa qualidade do serviço. Isso porque, sem o devido compromisso com o emprego, os trabalhadores terceirizados podem desenvolver as atividades com desempenho aquém do necessário. Nessas situações, também é importante contar com uma administradora para garantir o nível de qualidade.

Corresponsabilidade

Apesar de a empresa terceirizada ser a principal responsável em caso de ações trabalhistas, o condomínio, enquanto subsidiário, é corresponsável e pode acabar respondendo, em menor escala, em caso de eventual problema.

Conforme mostramos ao longo do texto, a terceirização no condomínio é uma possibilidade que tem vantagens inegáveis, mas também desvantagens, caso seja feita de qualquer maneira. É necessário contar sempre com o auxílio de uma administradora de condomínios experiente no mercado, para diminuir as chances de problemas.

Agora, que você já conhece as vantagens e os riscos de promover a terceirização de trabalhadores no condomínio, que tal entrar em contato conosco? Administramos condomínio há 27 anos e temos vasta experiência e expertise. Se você quer terceirizar, conte conosco!